InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Login  

Compartilhe | 
 

 ISS DE NATAL - ESAF 2008 (agosto)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
xlaine
moderador


Número de Mensagens : 229
Data de inscrição : 28/02/2008

MensagemAssunto: ISS DE NATAL - ESAF 2008 (agosto)   Dom 28 Set 2008, 17:36

LÍNGUA PORTUGUESA
Leia o texto abaixo para responder às questões 1 e 2.

As pessoas sempre pensam em si mesmas antes de
levar em conta o bem-estar geral. Não adianta querer
mudar isso. A espécie humana é essencialmente egoísta
e precisa frequentemente receber estímulos individuais
para agir em prol de uma causa que transcenda o
próprio raio de interesses. A princípio todo mundo
trabalha impulsionado por objetivos próprios, entre eles
o progresso na carreira e o salário no fim do mês. A
única maneira de fazer um funcionário voltar-se também
para os interesses da empresa é motivá-lo por meio de
um conjunto concreto de benefícios extras. Não é por
acaso que as companhias que implantaram políticas
de reparte de lucros ou de premiação em dinheiro aos
funcionários mais talentosos e esforçados tendem a
superar as demais em produtividade e lucro. Em um
mundo tão complexo, economistas, empresários e
governantes precisam saber mais sobre psicologia.
(Entrevista de Maskin a VEJA, 26 de março, 2008).


1 - Assinale a opção em que os três termos remetem, por coesão textual, ao mesmo referente.
a) “As pessoas”(l.1) – “que”(l.5) – “próprio”(l.6)
b) “bem-estar geral”(l.2) – “isso” (l.3) – “raio de interesses”
(l.6)
c) “estímulos individuais”(l.4) – “objetivos próprios”(l.7)
– “eles”(l.8 )
d) “funcionário”(l.9) – “-se” (l.9) – “-lo” (l.10)
e) “empresa”(l.10) – “companhias”(l.12) – “demais”(l.15)

2 - Assinale a opção que dá continuidade coerente e gramaticalmente correta ao texto.
a) Senão, fracassará em motivar os talentos para os
objetivos da empresa ou instituição.
b) Do contrário, eles vão fracassar na tentativa de
estabelecer regras e edificar instituições duradouras.
c) Assim, conseguir-se-ão alcançar objetivos coletivos
que se voltam para os interesses da empresa, além
dos interesses pessoais.
d) Só por meio de uma boa aplicação dos avanços da
ciência, aliada à prática das causas comuns, hão de
haver os verdadeiros repartes.
e) É nessa globalização de conhecimentos que as
pessoas deixarão de pensar apenas em si mesmas,
mas nos objetivos do bem comum.

Leia o seguinte texto para responder às questões 3 e 4.

A linguagem da mídia é uma das mais constantes
formas de comunicação a que as pessoas têm acesso.
Com os avanços da tecnologia, a produção de notícias
escritas e faladas invade nosso cotidiano. O noticiário
tem um papel social e político, assim como educacional:
ao estarmos expostos a ele fazemos conexões e
tentamos entender e explicar como acontecimentos
relatados na mídia se relacionam com nossas vidas e
com a sociedade como um todo. Entretanto, notícias
são relatos de fatos e não o fato em si. O tratamento
de qualquer tópico, portanto, sempre dependerá de
quem o escolheu e de que ponto de vista será relatado.
Relatos, assim, não são uma representação de fatos,
mas uma construção cultural que codifica valores fixos,
já que os jornalistas obedecem a uma série de critérios
que determinam se um fato pode ser relatado ou não.
(Carmen Rosa Caldas-Coulthard. A imprensa britânica e a representação da
América Latina: recontextualização textual e prática social)

3 - Entende-se da argumentação do texto que :
a) estamos sujeitos a uma forma de progresso da
tecnologia que tem conseqüências nocivas para o
equilíbrio da sociedade, apesar da relevância política
e social da mídia.
b) os relatos de fatos substituem os fatos em si quando
aquele que escolhe como será a produção do noticiário
obedece a valores e critérios políticos e educacionais.
c) notícias faladas e escritas são construções culturais,
pois não são os fatos, mas relatos de fatos que
passaram pela escolha e relato de quem lhes imprime
um ponto de vista.
d) os tópicos selecionados na produção de notícias
escritas e faladas atendem a critérios tecnológicos de
comunicação que visam relacionar as pessoas ao seu
meio social e cultural.
e) o noticiário tem papel social e político decorrente de
seu papel educacional, na medida em que as conexões
que fazemos com nossas vidas e com a sociedade vão
construindo valores culturais.

4 - Analise os seguintes itens a respeito do emprego das estruturas lingüísticas no texto.
I. O uso da preposição a antes de “que”(l.2) é exigência das regras gramaticais que normatizam as relações
sintáticas com o substantivo “acesso”(l .2).
II. O sinal de dois-pontos depois de “educacional” (l.5) introduz uma explicação; por isso poderia ser
substituído por uma vírgula seguida de porque.
III. A coerência textual exige que, para manter a correção gramatical, seja usado futuro em “dependerá”(l.11),
por causa do uso de pretérito em “escolheu”(l.12) e de
futuro em “será”(l.12).
IV. Embora as regras de pontuação admitam a omissão das vírgulas que demarcam “assim”(l.13), sua
não-ocorrência altera as relações de sentido entre “relatos”(l.13) e a informação anterior; “assim” qualificaria “relatos”, em vez de marcar a idéia da oração como conclusiva.

A quantidade de itens corretos é:
a) 0
b) 1
c) 2
d) 3
e) 4

5 - Assinale a opção correta a respeito das alterações
propostas para o texto.
5
10
15
Embora todas as atividades de cada pessoa produzam
efeitos sobre uma coletividade, existem algumas
situações em que cada um deve tomar suas próprias
decisões e escolher os seus caminhos. Na realidade,
essa possibilidade de decidir faz parte da liberdade do
indivíduo e dá a cada um a responsabilidade por suas
escolhas. Um dos mais notáveis escritores brasileiros,
Osman Lins, observou que não se pode conseguir
qualquer mudança profunda na sociedade se não
houver antes a mudança na consciência de cada um.
Assim, pois, para a efetiva participação política, o
primeiro passo deve ser dado no plano da consciência.
Dado esse passo, está aberto o caminho para a plena
participação, pois o indivíduo conscientizado não fica
indiferente e não desanima perante os obstáculos. Para
ele, a participação é um compromisso de vida, exigida
como um direito e procurada como uma necessidade.
(Adaptado de Dalmo de Abreu Dallari. O que é participação política, p.43)

a) Retira-se a idéia de hipótese, mas mantém-se a correção
e a coerência do texto, ao substituir “produzam”(l.1) por produzem.
b) Pelo valor semântico do verbo existir, a organização das
idéias do texto mantém-se coerente e gramaticalmente
correta se o trecho “existem algumas situações em”
(l.2 e 3) for reescrito como: em algumas situações.
c) Devido às relações de sentido do período em que
ocorre, a substituição do verbo “pode”(l.8 ) por
poderia preserva a correção gramatical e ressalta
a idéia de condição em que se apóia a coerência da
argumentação.
d) As duas vírgulas antes e depois de “pois”(l.11)
indicam que essa conjunção está empregada com
valor conclusivo, que ficaria subentendido, no texto,
mesmo sem sua explicitação; por isso, a retirada
dessa conjunção e das duas vírgulas que a demarcam
preservaria a correção textual.
e) Preserva-se a coerência dos argumentos, bem como a
correção gramatical do texto, ao substituir “perante os”
(l.15) tanto por ante os quanto por ante aos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xlaine
moderador


Número de Mensagens : 229
Data de inscrição : 28/02/2008

MensagemAssunto: Re: ISS DE NATAL - ESAF 2008 (agosto)   Dom 28 Set 2008, 17:38

6 - Avalie os seguintes trechos, adaptados de VEJA
ESPECIAL TECNOLOGIA, de agosto de 2007, quanto à
coerência e correção gramatical, para depois assinalar a
opção correta.
I. A palavra tecnologia sugere objetos. Coisas complexas
e feitas de átomos. Locomotivas à vapor, telefones,
computadores, substâncias químicas e chips de
silício. Quando esse mundo de coisas começou a
surgir, há séculos atrás encaramos o fenômeno como
uma revolução material, embora todas as mudanças
que traziam fossem, na verdade, causadas pelo
desenvolvimento da capacidade de utilizar a energia
de forma orientada.
II. Esses objetos perderam, recentemente parte de sua
massa. Começamos a enxergar-lhes como ação.
Hoje o termo tecnologia sugere softwares, engenharia
genética, realidade virtual, banda larga, formas de
vigilância e inteligência artificial. A tecnologia tornou-
se uma força. É um verbo, não mais um substantivo.
Sua ação mostrou se tão forte que agora percebemos
a tecnologia como um super-poder.
III. Na realidade, a tecnologia é matéria, é força e é muito
mais. É tudo o que criamos: literatura, pintura, música.
Bibliotecas são tecnologia, como também o são os
registros contábeis, a legislação civil, os calendários,
as instituições, todas as ciências, bem como o arado,
as roupas, o sistema de saneamento, os exames
médicos e o alfinete de segurança. Tudo o que nossa
inteligência produz pode ser considerado tecnologia.
a) Apenas I está correto.
b) Apenas II está correto.
c) Apenas III está correto.
d) Apenas I e II estão corretos.
e) Apenas II e III estão corretos.

7 - Assinale a opção em que as duas alternativas apresentadas completam as lacunas do texto de maneira coerente e
gramaticalmente correta.
Numa perspectiva processual, para fazer emergir o texto
real, o falante deve ser capaz de controlar blocos de conhe-
cimento ativados na memória através de mecanismos que
______(a)______expressões; desenvolvem, expandem,
modificam e substituem elementos, _____(b)______no-
vamente, tomam uma expressão como única, conhecida
ou idêntica a outra, enfim, contrabalançam a informativi-
dade do texto, de modo ______(c)______pistas para que
a continuidade e a textualidade se estabeleçam. Assim,
a construção de um texto _____(d)_____da capacidade
de usar os recursos disponíveis para construir um macro-
plano _____(e)______execução depende da construção
do texto-base, por meio de sub-estratégias responsáveis
pelo estabelecimento da coerência semântica, global e lo-
cal.
(Adaptado de Maria Elias Soares, A aquisição da competência textual:
estratégias para a instauração da coerência e da coesão em narrativas).

a) Compactam ou emitem / compactem ou emitam
b) usam-nos / usam-lhes
c) a fornecer / que sejam fornecidas
d) é resultado / resultante
e) cuja / que a

8 - O primeiro fragmento de cada opção abaixo foi adaptado
do texto Dos paradigmas da ciência ao conhecimento
em construção, de Álvaro Kassab (www.inpe.br). Assinale
a opção que apresenta, no segundo, uma reescrita
gramaticalmente correta e fiel às idéias do texto original.
a) Estamos começando a aceitar cada vez mais que a
nossa compreensão do mundo passa por produzir
representações informacionais e computacionais que
nos ajudem a entendê-lo. Estamos começando a aceitar,
cada vez mais que a nossa compreensão do mundo
passa por produzir representações informacionais e
computacionais que nos ajudam a entendê-lo.
b) No campo das ciências sociais e humanas, a
compreensão do papel da tecnologia de informação e
computação tem sido lenta. A compreensão dos papéis
da tecnologia de informação e da computação têm sido
lentas no campo das ciências sociais e humanas.
c) O grande desafio histórico dos estudos nas ciências
humanas é estabelecer maneiras de comparação entre
diferentes teorias. Nos estudos das ciências humanas,
o grande desafio histórico, é estabelecer maneiras de
comparar entre teorias diferenciadas.
d) Muitos cientistas sociais rejeitam toda possibilidade
de avaliação entre diferentes concepções, mas, se
não admitirmos a possibilidade de refutar uma teoria,
como nosso conhecimento de mundo pode avançar?
Muitos cientistas sociais rejeitam toda possibilidade
de avaliação entre diferentes concepções. Mas como
nosso conhecimento de mundo poderá avançar se não
se admitir a possibilidade de refutar uma teoria?
e) Para sair deste impasse, temos experimentado com
razoável dose de sucesso a criação de representações
computacionais de conceitos de ciências humanas,
pois estas representações permitem criar um espaço
de debate objetivo. Temos experimentado com razoável
dose de sucesso – para sair deste impasse – a criação
de representações computacionais de conceitos de
ciências humanas, visto que estas representações
permitam criar um espaço de debate objetivo.

9 - Assinale a opção que apresenta um parágrafo argumen-
tativamente coerente e textualmente coeso para ser inse-
rido no espaço (......) abaixo.
De 1950 a 1970, o Brasil passou de rural a urbano em
função do incremento da população vivendo em cidades.
Em poucos anos o país registrou percentual expressivo de
residentes urbanos. Naqueles anos, três fatos marcaram
a evolução populacional: o declínio da população rural, o
aumento da população vivendo em metrópoles e a deci-
são de introduzir na gestão pública algum grau de planeja-
mento urbano. Nesse período, as ações governamentais
tendiam a maximizar os recursos para os serviços de uso
comum. A meta era o planejamento compreensivo com vi-
são abrangente dos aglomerados metropolitanos.
(......)
Mas o modelo pretendido pelas metrópoles esbarrou em
inúmeros obstáculos e redundou em relativo fracasso. Al-
gumas metrópoles tornaram-se atrativas aos migrantes
excluídos de outras regiões. Com isso, sofreram o que se
denominou de inchaço urbano.
(Adaptado de Aldo Paviani, Metrópoles brasileiras. Correio Braziliense,
21 de abril de 2008)

a) Essa visão de totalidade afastaria ações pontuais, por
vezes corporativas e clientelistas, que atuavam em
pontos específicos, dispersando escassos recursos
públicos.
b) Além disso, de acordo com a Constituição, cabe aos
governos estaduais criar novos entes metropolitanos
que minimizariam tais recursos.
c) Por isso, esses três fatos não deixariam de ser con-
templados nos acurados estudos que fundamentaram
o pretendido desenvolvimento de um forte Brasil rural,
em apoio a ações governamentais isoladas.
d) Em decorrência disso, algumas regiões metropolitanas
devem manter um canal aberto com os municípios de
onde provêem os trabalhadores não-qualificados, de
modo a preservar suas características metropolitanas.
e) Nesse sentido, requeria-se a tomada de pontos positi-
vos que nortearam a constituição de antigas aglome-
rações para que as metas de distribuição de recursos
tornassem as metrópoles atrativas aos grandes contin-
gentes populacionais pretendidos.

10- O trecho adaptado de Veja, 9 de abril, 2008, foi reescrito
com diferentes estratégias de pontuação; assinale a opção
em que todos os sinais de pontuação estão corretamente
empregados.
a) A crise financeira que abala os bancos americanos já é
uma das piores desde o crash de 1929. Mas as grandes
indústrias e prestadoras de serviços não financeiros
aprenderam com os erros do passado e, precavidas,
acumularam reservas invejáveis nos últimos anos. Por
essa razão, a crise atual será menos desastrosa para
a economia mundial do que a de 2001.
b) A crise financeira que abala os bancos americanos já é
uma das piores desde o crash de 1929; mas as grandes
indústrias e prestadoras de serviços não financeiros
aprenderam com os erros do passado e, precavidas
acumularam reservas invejáveis nos últimos anos. Por
essa razão a crise atual será menos desastrosa para a
economia mundial do que a de 2001.
c) A crise financeira que abala os bancos americanos já é
uma das piores desde o crash de 1929. Mas as grandes
indústrias, e prestadoras de serviços não financeiros,
aprenderam com os erros do passado e precavidas
acumularam reservas invejáveis nos últimos anos – por
essa razão – a crise atual será menos desastrosa, para
a economia mundial, do que a de 2001.
d) A crise financeira que abala os bancos americanos já é
uma das piores desde o crash de 1929; mas as grandes
indústrias e prestadoras de serviços não financeiros
aprenderam com os erros do passado e – precavidas,
acumularam reservas invejáveis nos últimos anos; por
essa razão a crise atual será menos desastrosa para a
economia mundial do que a de 2001.
e) A crise financeira que abala os bancos americanos já é
uma das piores desde o crash de 1929, mas as grandes
indústrias e prestadoras de serviços não financeiros
aprenderam com os erros do passado: e precavidas,
acumularam reservas invejáveis nos últimos anos; por
essa razão, a crise atual será menos desastrosa para
a economia mundial do que a de 2001.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
xlaine
moderador


Número de Mensagens : 229
Data de inscrição : 28/02/2008

MensagemAssunto: Re: ISS DE NATAL - ESAF 2008 (agosto)   Dom 28 Set 2008, 17:39

GABARITO

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
D B C D E C C D A A
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
oculto
classe C
classe C


Número de Mensagens : 369
Data de inscrição : 05/01/2008

MensagemAssunto: Re: ISS DE NATAL - ESAF 2008 (agosto)   Ter 14 Out 2008, 13:32

xlaine escreveu:

2 - Assinale a opção que dá continuidade coerente e gramaticalmente correta ao texto.

a) Senão, fracassará em motivar os talentos para os
objetivos da empresa ou instituição.

b) Do contrário, eles vão fracassar na tentativa de
estabelecer regras e edificar instituições duradouras.

c) Assim, conseguir-se-ão alcançar objetivos coletivos
que se voltam para os interesses da empresa, além
dos interesses pessoais.

d) Só por meio de uma boa aplicação dos avanços da
ciência, aliada à prática das causas comuns, hão de
haver os verdadeiros repartes.

e) É nessa globalização de conhecimentos que as
pessoas deixarão de pensar apenas em si mesmas,
mas nos objetivos do bem comum.

A resposta foi letra B.

Qual o erro da C ?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdosconcursos.hpg.ig.com.br
oculto
classe C
classe C


Número de Mensagens : 369
Data de inscrição : 05/01/2008

MensagemAssunto: Re: ISS DE NATAL - ESAF 2008 (agosto)   Ter 14 Out 2008, 13:34

xlaine escreveu:


4 - Analise os seguintes itens a respeito do emprego das estruturas lingüísticas no texto.
I. O uso da preposição a antes de “que”(l.2) é exigência das regras gramaticais que normatizam as relações
sintáticas com o substantivo “acesso”(l .2).
II. O sinal de dois-pontos depois de “educacional” (l.5) introduz uma explicação; por isso poderia ser
substituído por uma vírgula seguida de porque.
III. A coerência textual exige que, para manter a correção gramatical, seja usado futuro em “dependerá”(l.11),
por causa do uso de pretérito em “escolheu”(l.12) e de
futuro em “será”(l.12).
IV. Embora as regras de pontuação admitam a omissão das vírgulas que demarcam “assim”(l.13), sua
não-ocorrência altera as relações de sentido entre “relatos”(l.13) e a informação anterior; “assim” qualificaria “relatos”, em vez de marcar a idéia da oração como conclusiva.

A quantidade de itens corretos é:
a) 0
b) 1
c) 2
d) 3
e) 4


a resposta foi letra D.

Tem uma questão errada. Qual é o erro?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdosconcursos.hpg.ig.com.br
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: ISS DE NATAL - ESAF 2008 (agosto)   Hoje à(s) 04:50

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ISS DE NATAL - ESAF 2008 (agosto)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Árvore de Natal comestível de 9 m
» Feliz natal e prospero ano novo.
» (ACAFE-2008) - jogos pan-americanos
» Mensagem de Natal
» CORREÇÃO DE REDAÇÃO ESAF

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
FÓRUM DOS CONCURSOS ::  ÁREA FISCAL :: só português-
Ir para: