InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Login  

Compartilhe | 
 

 ANALISTA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - APO - 2008

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
oculto
classe C
classe C


Número de Mensagens : 369
Data de inscrição : 05/01/2008

MensagemAssunto: ANALISTA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - APO - 2008   Seg 30 Jun 2008, 21:13

BOA SORTE!!! lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdosconcursos.hpg.ig.com.br
oculto
classe C
classe C


Número de Mensagens : 369
Data de inscrição : 05/01/2008

MensagemAssunto: Re: ANALISTA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - APO - 2008   Seg 30 Jun 2008, 21:13

LÍNGUA PORTUGUESA

1 - Conforme as idéias do texto, assinale a opção correta.

O industrial brasileiro entrou em 2008 otimista,
prevendo um bom nível de atividade para o primeiro
semestre, segundo a sondagem recém-divulgada
pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).
A pesquisa foi realizada em 22 Estados, com
executivos de 1.394 empresas, entre os dias 2 e
22 de janeiro. Este último detalhe é especialmente
importante: a expectativa dos entrevistados,
aparentemente, não foi afetada pelo noticiário
sobre a crise internacional e sobre o risco de uma
recessão nos Estados Unidos. A grande aposta,
segundo o levantamento, é no dinamismo do
mercado interno, porque há pessimismo quanto à
evolução das exportações – mas essa avaliação já
foi encontrada na edição anterior da sondagem, no
trimestre anterior.

A boa disposição do empresariado foi confi rmada
pelos últimos números da Fiesp, distribuídos na
quarta-feira, um dia depois de a CNI divulgar sua
sondagem. No ano passado, o nível de atividade
da indústria paulista foi 6,1% superior ao de 2006
e o dinamismo conservou-se até o último mês. Em
dezembro, o nível de atividade fi cou 7% acima do
registrado um ano antes.
(O Estado de S. Paulo, 31/01/2008)

a) A crise internacional e o risco de recessão nos
Estados Unidos afetaram a expectativa positiva
do industrial brasileiro.

b) Desde o trimestre anterior à sondagem, os
industriais já estavam otimistas em relação às
exportações.

c) Os números divulgados pela Fiesp estão em
desacordo com a sondagem divulgada pela CNI.

d) O nível de atividade da indústria paulista em 2007
não confi rma o otimismo demonstrado pelos
industriais para 2008.

e) Os entrevistados apostam no dinamismo do
mercado interno e desacreditam na evolução das
exportações.

2 - De acordo com as idéias do texto, assinale a opção
correta.

O rápido crescimento da economia mundial
nos últimos anos gerou milhões de empregos,
mas nem assim foi possível evitar o aumento do
número de desempregados, porque a quantidade
de vagas abertas não foi sufi ciente para abrigar
todos os que chegaram ao mercado de trabalho
no período. O que acontecerá ao longo de 2008,
quando o desempenho econômico em todo o
mundo deve ser pior do que o dos anos anteriores,
ainda que não aconteça a recessão nos Estados
Unidos? O resultado, de acordo com pesquisa que a
Organização Internacional do Trabalho (OIT) acaba
de divulgar, pode ser o acréscimo de 5 milhões de
pessoas ao contingente de desempregados em
todo o mundo.

O informe anual da OIT Tendências Mundiais
do Emprego faz uma avaliação prudente do quadro
econômico atual. Mesmo o aumento do número
de desempregados que projeta para este ano não
chega a ser estatisticamente relevante. No ano
passado, cerca de 3 bilhões de pessoas estavam
empregadas em todo o mundo. Os desempregados,
de acordo com a OIT, representavam 6% da
força de trabalho total. Se em 2008 o número de
desempregados aumentar em 5 milhões, o índice
subirá para 6,1%, variação muito pequena.
Mas a questão não é meramente estatística.

O desemprego já atinge quase 200 milhões de
pessoas e suas famílias. Além disso, a falta de
emprego não é o único problema que afeta os
trabalhadores e suas famílias no mundo inteiro. Boa
parte dos que integram o grupo dos empregados
vive em situação muito difícil.
(O Estado de S. Paulo, 29/01/2008)

a) O problema do desemprego foi resolvido pelo
rápido crescimento da economia mundial nos
últimos anos.

b) Se houver um acréscimo de 5 milhões de
desempregados, o índice mundial de desemprego
fi cará em torno de 6,1% da força de trabalho
total.

c) A Organização Internacional do Trabalho prevê
que o contingente de desempregados no mundo
chegue a 5 milhões de pessoas.

d) A situação dos trabalhadores empregados é em
geral muito satisfatória.

e) A quantidade de vagas abertas foi sufi ciente para
abrigar todos os que chegavam ao mercado de
trabalho.

3 - Conforme as idéias do texto, assinale a opção correta.

O crescimento econômico, por si só, não tem sido
sufi ciente para melhorar as condições no mundo
do trabalho, nem mesmo para conter o aumento
do número de desempregados (em 2006, o total de
desempregados no mundo era de 187 milhões; no
ano passado, apesar do crescimento de 5,2% da
economia mundial, o total subiu para 189,9 milhões
de pessoas). Daí, segundo a OIT, a necessidade de
os governos agirem para assegurar que o progresso
econômico se transforme num fator de inclusão social
e não de aumento das desigualdades, como ocorre
em muitos países. Na avaliação da OIT, a crise atual
é diferente das anteriores. Esta surgiu no mundo
industrializado e, ao contrário do que aconteceu com
as crises da década passada, não afetou de maneira
notável os demais países – pelo menos até agora.
Não há, porém, nenhuma segurança de que esse
quadro se manterá. A questão, diz a OIT, é como
o mercado de trabalho em todo o mundo reagirá à
redução da atividade econômica. “Este será o ano
das incertezas”, resumiu o Diretor-Geral da OIT.
(O Estado de S. Paulo, 29/01/2008)

a) O crescimento econômico melhora as condições
no mundo do trabalho e contém o aumento do
número de desempregados.

b) O crescimento de 5,2% da economia mundial
assegurou a diminuição do número de
desempregados.

c) O mercado de trabalho em todo o mundo
reagirá de forma positiva à redução da atividade
econômica nos países industrializados.

d) A atual crise que surgiu nos países industrializados
afetou severamente outros países.

e) Em muitos países, o progresso econômico
tem-se tornado um fator de aumento das
desigualdades sociais.

4 - Em relação ao texto abaixo, assinale a opção incorreta.

As grandes empresas estatais chinesas estão
em plena temporada de compras no mercado
internacional. O acúmulo de quase US$ 1,5 trilhão
em reservas na China não apenas mudou o jogo
do fi nanceiro internacional, com mudanças de
paradigma — dinheiro chinês fi nanciando o défi cit
americano — como tem potencial para alterar o
mapa das fusões e aquisições mundiais e também
a confi guração de forças em vastos setores da
economia. O foco da mais recente investida dos
chineses é emblemático: mineração.

A rápida, coordenada, cautelosa e surpreendente
compra de 9% do capital da anglo-australiana
Rio Tinto, a terceira maior mineradora do
mundo, mostra uma mudança de qualidade
no planejamento da investida no exterior das
estatais chinesas. Até a pouco tempo atrás,
havia sérias dúvidas sobre a capacidade de
arregimentação dessas empresas pelo governo
chinês. A imagem predominante era a de que elas
realizavam incursões esporádicas e oportunistas
em vários mercados, sem objetivos comuns. A
compra de parte do capital acionário da Rio Tinto,
entretanto, passa a mostrar um alinhamento
entre os interesses do Estado e os das estatais
enquanto empresas, para assegurar o suprimento
de commodities que sustente a rápida expansão
econômica. Elas entraram em uma disputa de
mercado para evitar que eventual monopolização
de alguns setores, como o das commodities
metálicas, traga uma indesejável elevação de
preços.
(Valor Econômico, 8/02/2008)

a) Os travessões das linhas 6 e 7 podem, sem
prejuízo para a correção gramatical do período,
ser substituídos por parênteses.

b) O termo “entretanto” (l. 24) pode, sem prejuízo para
a informação original do período, ser substituído
por qualquer um dos seguintes: porém, contudo,
todavia, conquanto, porquanto.

c) O segmento “a terceira maior mineradora do
mundo” (l. 14 e 15) está entre vírgulas porque é
um aposto.

d) A expressão “incursões esporádicas” (l. 21) está
sendo empregada com o sentido de entradas
eventuais, penetrações casuais.

e) O emprego de vírgulas após “rápida” e
“coordenada” (l. 12) tem a mesma justifi cativa
gramatical.

5 - Em relação ao texto, assinale a opção incorreta.

O objetivo da Embratur é atrair mais turistas
estrangeiros. Em média, segundo a empresa,
eles permaneceram no Brasil 18 dias em cada
viagem, em 2007, dois dias mais do que em 2006.
A média geral de gastos diários, por turista, foi de
US$ 91,74, mas os europeus gastaram bem mais
que isso. Segundo a presidente da Embratur,
aumentou em 22% o número de viagens dos
turistas espanhóis ao País.

Para atrair mais turistas, é preciso oferecer não
apenas mais vôos e mais hotéis, o que já vem
ocorrendo, mas também serviços de qualidade,
funcionários bilíngües, segurança reforçada
nas proximidades de hotéis, aeroportos e infraestrutura.
O empenho justifi ca-se pelo aumento
do emprego propiciado pelo turismo e da renda
gerada para os mais diversos segmentos –
shopping centers, restaurantes, cinemas, táxis,
transporte especializado, farmácias.
(O Estado de S. Paulo, 6/02/2008)

a) A palavra “empresa” (l. 2) é termo de coesão
lexical que retoma o antecedente “Embratur”
(l.1).

b) Em “justifi ca-se” (l. 15), o “-se” indica sujeito
indeterminado.

c) O termo “isso” (l. 7) constitui elemento coesivo,
pois retoma o antecedente “US$ 91,74”.

d) O emprego de vírgulas após “qualidade” (l. 12)
e “bilíngües” (l. 13) isola elementos de mesma
função gramatical componentes de uma
enumeração.

e) O pronome “eles” (l. 3) constitui uma anáfora, pois
se refere ao antecedente “turistas estrangeiros”
(l. 1 e 2).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdosconcursos.hpg.ig.com.br
oculto
classe C
classe C


Número de Mensagens : 369
Data de inscrição : 05/01/2008

MensagemAssunto: Re: ANALISTA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - APO - 2008   Seg 30 Jun 2008, 21:14

6 - Assinale a opção que corresponde a erro gramatical.

O Brasil encerrou o ano de 2007 com(1) resultados
animadores. O País conseguiu gerar mais de(2)
1,6 milhão de postos de trabalho. Acerca de(3)
42% foram empregados com carteira de trabalho
assinada no setor privado. O desemprego nas
regiões metropolitanas fi cou em torno de(4) 9,5%,
ante(5) 10% em 2006. Os rendimentos médios
subiram cerca de 3% em termos reais. Em quatro
anos o aumento foi de quase 8%.
(José Pastore, O Estado de S. Paulo, 5/02/2008)

a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5

7 - Assinale a opção que preenche corretamente as
lacunas do texto, adaptado de O Estado de S. Paulo,
5/02/2008.

Os resultados do trabalho de fi scalização da
Receita Federal no ano passado impressionam.
Por práticas de “evasão fi scal” – ___1___sonegação
de impostos, apuração indevida de impostos e contribuições
a serem recolhidas, erros e omissões nas
declarações do Imposto de Renda, entre outras –, a
Receita autuou no ano passado 522 mil contribuintes,
___2___ pessoas jurídicas e físicas, 42% ___
3___ número de autuações emitidas em 2006. Mais
notável ainda é o aumento do valor das autuações.
Elas totalizaram R$ 108 bilhões, 80% mais do que o
total do ano anterior. O combate rigoroso ___4___
sonegação de qualquer tipo é dever da Receita e
uma demonstração de respeito ___5___ contribuintes
que cumprem rigorosamente suas obrigações
com o Fisco. O uso de mecanismos mais efi cazes
nesse trabalho reduz substancialmente a margem
para a sonegação e para outros atos considerados
ilícitos pela Receita e pela Justiça, ___6___ resulta
em aumentos de arrecadação que, pelo menos em
tese, poderiam abrir o caminho para a redução do
peso dos impostos, taxas e contribuições sobre as
finanças dos contribuintes honestos.

a) como /entre / mais do que o / à / aos / e

b) sejam / sejam / maior que / contra a / com os / porém

c) tais como / as / do / da / pelos / entretanto

d) seja / ou / mais que o / a / para com / mas

e) por exemplo / de / pelo / pela / nos / porque

8 - Assinale a opção em que o trecho do texto de O
Globo, 31/01/2008, foi transcrito com erro gramatical.

a) A acumulação de superávits primários nas contas
públicas, uma política que teve início no último
trimestre de 1998, depois do abalo causado na
economia brasileira por uma crise fi nanceira que
teve seu estopim na Rússia, vem dando frutos nos
últimos anos, com redução do défi cit e da dívida
da União, estados, municípios e companhias
estatais em relação ao PIB.

b) Em 2008, segundo dados do Banco Central,
a dívida líquida do setor público recuou para o
equivalente a 42,8% do Produto Interno Bruto,
o mais baixo percentual apurado desde 1999. E
o défi cit total do setor público, no valor total de
R$ 58 bilhões, caiu para 2,27% do PIB.

c) Com a redução de suas necessidades de fi nanciamento,
o setor público pode renovar mais
facilmente seu endividamento, e, nesse caso, o
mercado tende a aceitar o pagamento de taxas
de rentabilidade mais baixas para os títulos do
Tesouro.

d) Para 2008, o Banco Central projeta nova queda
na dívida líquida, e queda também do défi cit, que
encolheria para 1,2% do PIB. Mantendo essa
tendência, ao fi m de 2009 ou no decorrer de
2010, o défi cit desapareceria, equilibrando-se as
contas públicas e estancando-se completamente
o crescimento da dívida.

e) A diminuição da dívida como proporção do PIB,
assim como do défi cit público total, signifi ca que
o Estado passou a avançar menos sobre os
recursos disponíveis para fi nanciar o setor privado.
Isso viabiliza a ampliação dos investimentos, que
pode ser fi nanciado pelo aumento da poupança
interna.

9 - Assinale o trecho do texto, adaptado de O Estado de
S. Paulo, 6/02/2008, que apresenta erro gramatical.

a) Turistas estrangeiros gastaram no Brasil,
conforme os registros do Banco Central, o valor
recorde de US$ 4,953 bilhões no ano passado,
14,7% mais do que em 2006.

b) Não se estranhe, pois, que o défi cit na conta do
turismo tenha mais que dobrado, passando de
US$ 1,448 bilhão para US$ 3,258 bilhões.

c) Ainda assim, o balanço cambial do turismo
piorou, pois as despesas de brasileiros no exterior
aumentaram 42% entre 2006 e 2007, passando
de US$ 5,764 bilhões para US$ 8,211 bilhões.

d) Real valorizado e aumento do emprego e da
renda são fatores que estimularam as viagens dos
brasileiros ao exterior, ao contrário do que ocorreu
com os turistas que vem ao Brasil, que pagaram
suas despesas com dólares desvalorizados.

e) O que não se justifi ca é o fato de o Brasil ocupar
um modestíssimo 59º lugar entre os 124 países
pesquisados pelo Fórum Econômico Mundial,
de Davos, no ano passado. E que o setor de
turismo tenha um peso tão pequeno na atividade
econômica do País, da ordem de 2,8% do PIB,
ante cerca de 11% em Portugal e na Espanha.

10- Os trechos a seguir constituem um texto adaptado
de Zero Hora (RS), 11/02/2008. Assinale a opção
que apresenta erro gramatical.

a) Os mundos cultural, econômico, fi nanceiro e
até rural giram em torno do que ocorre nessas
concentrações que, pelo menos desde a Idade
Média, foram adquirindo feição própria e
mostrando problemas específi cos.

b) A concentração mundial das populações nas
cidades, fenômeno historicamente recente,
torna essas aglomerações o centro nervoso
das sociedades. A problemática das cidades
concentra a própria problemática da sociedade.

c) As cidades são o cenário cada vez mais
exclusivo em que, pelo desejo de progresso das
sociedades, se realiza os direitos e se concretiza
a ambição democrática e republicana de tratar a
todos igualmente.

d) Questões como a educação, o trabalho, o lazer,
o convívio, a assistência social, a produção
ambiental, o transporte, entre muitíssimas outras,
têm nas cidades suas expressões mais agudas.
Desenvolvimento sustentável é uma expressão
que faz sentido para os planejadores das cidades
de hoje e de amanhã.

e) Para metrópoles européias ou norte-americanas,
essa expressão pode signifi car uma preocupação
fundamental na preservação do ambiente, ao
passo que para os demais continentes ela tem
um sentido social inevitável, voltado para a
necessidade de superação de gargalos sociais
e para a conquista de patamares mínimos de
dignidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdosconcursos.hpg.ig.com.br
oculto
classe C
classe C


Número de Mensagens : 369
Data de inscrição : 05/01/2008

MensagemAssunto: Re: ANALISTA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - APO - 2008   Seg 30 Jun 2008, 21:14

11- Assinale o segmento do texto retirado de O Globo,
6/02/2008, transcrito corretamente, sem erro
gramatical.

a) Nas seis maiores regiões metropolitanas, o índice
apurado pelo IBGE caíram para a faixa de 7%
em dezembro, o mais baixo da série estatística
iniciada em 2002, com a adoção de uma nova
metodologia. Na Grande São Paulo, segundo
a Fundação Seade, a parcela de trabalhadores
sem emprego formal caiu para 14% (índice que
chegou a ultrapassar 19% há poucos anos).

b) Mesmo com um aumento signifi cativo da
população economicamente ativa — ou seja,
pessoas que havia desistido de procurar emprego
voltaram ao mercado de trabalho — da ordem de
2%, houve redução dos índices de desemprego.

c) Depois de vários anos com baixo crescimento e
insufi ciente geração de empregos, a economia
brasileira conseguiu, em 2007, expandir-se em
ritmo próximo à média mundial. E o resultado
foi ainda mais animador porque a criação de
empregos bateu recorde, com mais de 1,6 milhão
de contratações com carteira assinada.

d) Os salários não aumentaram em igual proporção,
pois o mercado ainda estava na fase de absorção
de mão-de-obra. Ainda assim, os rendimentos
dos trabalhadores praticamente encostou nos
valores de 1995, período áureo do Plano Real.

e) Tudo indica que esse processo de recuperação
continuará se a economia brasileira conseguir
sustentar taxas anuais de crescimento acima
de 4%, e isso dependerá de ajustes macro e
microeconômicos. E deixar o mercado funcionar
são o melhor caminho para que esses ajustes se
concretizem.

12- Assinale a opção que constitui continuação coesa e
coerente para o trecho do texto retirado do Jornal do
Brasil, 28/01/2008.

O Brasil tem na China um de seus maiores e mais
estratégicos parceiros comerciais no planeta. Não
por acaso, ambas as nações se alinham entre os
quatro países emergentes abrigados sob a sigla
Bric (os outros são a Rússia e a Índia). As compras
e vendas de ambos os lados saltaram de US$ 1,54
bilhão em 1999 para mais de US$ 23 bilhões no ano
passado.

a) Os brasileiros exportam minério de ferro e soja
aos bilhões. Vendem também aviões fabricados
pela Embraer, café, torneiras elétricas, cachaça,
calçados, algodão. Importam máquinas industriais.
Também adquirem toalhas e brinquedos
produzidos por chineses, e negociados aqui com
a etiqueta de marcas brasileiras.

b) E os encargos sociais que elevam até o dobro o
custo de cada funcionário brasileiro. Está certo
que deixou de citar o fato de os empregados
chineses arcarem com uma carga horária
humilhante e terem pouco ou nenhum direito
trabalhista.

c) O fato, contudo, é que os quase 60 tributos —
entre taxas, impostos e contribuições — cobrados
no Brasil desestimulam o investimento. E não é
de hoje que o país cobra a modernização das leis
do trabalho.

d) Ao responder por que é mais barato fabricar na
China e comercializar aqui (tática já adotada por
empresas brasileiras e centenas de outras no
mundo) cita, em primeiro lugar, a carga tributária
— a brasileira corresponde a 36% do Produto
Interno Bruto; a chinesa, a 17,5%.

e) As reformas tributária e trabalhista estão na
pauta brasileira há anos. A primeira, volta à
agenda política este ano, no embalo do fi m da
Contribuição Provisória sobre Movimentação
Financeira e da urgência de o governo abrir uma
frente para recriar a CPMF via Congresso.

13- Assinale a opção que constitui continuação coesa
e coerente para o trecho retirado do Correio
Braziliense, 6/02/2008.

Com 2 milhões de quilômetros quadrados, o
cerrado é insurgência fi togeográfi ca do tipo savana
de incalculável biodiversidade vegetal e animal
estendida sobre nove estados do Brasil: São Paulo,
Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso,
Mato Grosso do Sul, Bahia, Maranhão e Piauí.
Há tempos se encontra ameaçado pelo avanço
de monoculturas (soja a mais visível), pecuária
extensiva, desmatamento, queimadas, carvoaria e
outras formas de predação.

Agora, relatório do Projeto de Conservação e
Utilização Sustentável da Diversidade Biológica
Brasileira (Probio) revela dado alarmante sobre
a depredação no espaço geográfi co do Distrito
Federal.

a) Assim mesmo porque as atividades agressivas
ainda não avançaram sobre terrenos mais
acidentados (morros) e as últimas áreas de
preservação.

b) Nesse período de tempo, as causas que levam
à destruição da paisagem típica, a explosão
demográfi ca fi gura como a principal. De fato,
previsto para acolher contingente estimado em
500 mil pessoas, o DF conta hoje com 2,4 milhões
de moradores.

c) Põem em risco o regime de chuvas, a normalidade
das variações de temperatura e o abastecimento
de água.

d) Nada menos de 362 mil hectares da cobertura
fl oral da área já foram removidos. Em outros
termos: apenas 37% da vegetação original
permanecem intocados.

e) Entre essas conseqüências da violência ao
sensível equilíbrio ecológico nos tratos de
transição entre a mata e o campo — função do
cerrado —, a impermeabilização dos solos e o
desaparecimento de insurgências hídricas são as
mais funestas.

14- Assinale a justificativa para os sinais de pontuação que está incorreta.

Uma conjuntura contraditória cria hoje
desafi os para a política econômica: de um
lado, a crise bancária americana, que está-se
transformando em recessão e terá efeitos
negativos sobre a economia brasileira; de
outro, o aquecimento da economia brasileira,
que levou a um pequeno aumento da infl ação.
Diante dessas evidências, a ortodoxia e o
mercado fi nanceiro têm uma resposta única:
aumentar a taxa de juros, acompanhando
a curva dos juros no mercado futuro.
Mas estão paralisados porque sabem que
a recessão americana implicará redução de
investimentos e de atividade econômica no Brasil
e porque o presidente Lula, uma vez que o risco
de os empresários começarem a segurar seus
investimentos é real, recomenda a seus auxiliares
econômicos que monitorem com cuidado a
economia brasileira para evitar surpresas.
(Luiz Carlos Bresser-Pereira, Folha de S. Paulo, 28/01/2008)

O emprego de vírgula após

a) “americana” (l. 3) justifica-se porque a oração
subseqüente é adjetiva explicativa.

b) “juros” (l.10) justifi ca-se porque a oração
subseqüente é reduzida de gerúndio.

c) “evidências” (l. 8 ) justifi ca-se porque isola adjunto
adverbial anteposto à oração principal.

d) “brasileira” (l. 6) justifi ca-se por isolar a oração
subseqüente, que é adjetiva restritiva.

e) “Lula” (l. 15) e após “real” (l. 17) justifi ca-se
porque a oração isolada é subordinada adverbial
causal intercalada.

15- Assinale a opção em que o trecho adaptado de O
Estado de S. Paulo, 26/01/2008, foi transcrito de
forma gramaticalmente correta.

a) O setor que mais empregou foi o de serviços,
onde foram abertas 587,1 mil vagas (crescimento
de 5,29% em relação a 2006). A maioria desses
postos foram criadas no comércio, administração
de imóveis e serviços técnico-profi ssionais (249,3
mil, com aumento de 8,91% sobre 2006), bem
como nos serviços de alojamento, alimentação e
manutenção (170,2 mil, + 4,13%).

b) Esse crescimento recorde, foi conseqüência da
aceleração do ritmo de desenvolvimento de todos
os setores da atividade econômica, em todas as
regiões do País, e da formalização do emprego.

c) O emprego com carteira assinada cresceu 5,85%
em 2007, com a criação de 1,617 milhão de
postos de trabalho formais, segundo o Cadastro
Geral de Empregados e Desempregados (Caged)
do Ministério do Trabalho.

d) Isso se deve, em grande parte, ao aquecimento
das atividades de construção civil, onde a
remuneração é inferior a média dos salários
pagos no setor de serviços, mas que têm
repercussão em uma grande variedade de
atividades.

e) O segundo maior gerador líquido de vagas
formais foi o comércio propriamente dito, com 405
mil postos formais. O crescimento de 6,56% em
relação a 2006 foram obtidos, em parte, graças à
formalização de empregos preexistentes, o que
trouxe inegáveis vantagens para empregados
que passaram a ter direito a assistência médica,
férias, 13º salário, recolhimento previdenciário
e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço
(FGTS).


Última edição por oculto em Dom 06 Jul 2008, 13:00, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdosconcursos.hpg.ig.com.br
oculto
classe C
classe C


Número de Mensagens : 369
Data de inscrição : 05/01/2008

MensagemAssunto: Re: ANALISTA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - APO - 2008   Seg 30 Jun 2008, 21:14

GABARITO:

1-E
2-B
3-E
4-B
5-B

6-C
7-A
8-E
9-D
10-C

11-C
12-A
13-D
14-D
15-C
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdosconcursos.hpg.ig.com.br
oculto
classe C
classe C


Número de Mensagens : 369
Data de inscrição : 05/01/2008

MensagemAssunto: Re: ANALISTA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - APO - 2008   Dom 06 Jul 2008, 12:57

oculto escreveu:

7 - Assinale a opção que preenche corretamente as
lacunas do texto, adaptado de O Estado de S. Paulo,
5/02/2008.

Os resultados do trabalho de fi scalização da
Receita Federal no ano passado impressionam.
Por práticas de “evasão fi scal” – ___1___sonegação
de impostos, apuração indevida de impostos e contribuições
a serem recolhidas, erros e omissões nas
declarações do Imposto de Renda, entre outras –, a
Receita autuou no ano passado 522 mil contribuintes,
___2___ pessoas jurídicas e físicas, 42% ___
3___ número de autuações emitidas em 2006. Mais
notável ainda é o aumento do valor das autuações.
Elas totalizaram R$ 108 bilhões, 80% mais do que o
total do ano anterior. O combate rigoroso ___4___
sonegação de qualquer tipo é dever da Receita e
uma demonstração de respeito ___5___ contribuintes
que cumprem rigorosamente suas obrigações
com o Fisco. O uso de mecanismos mais efi cazes
nesse trabalho reduz substancialmente a margem
para a sonegação e para outros atos considerados
ilícitos pela Receita e pela Justiça, ___6___ resulta
em aumentos de arrecadação que, pelo menos em
tese, poderiam abrir o caminho para a redução do
peso dos impostos, taxas e contribuições sobre as
finanças dos contribuintes honestos.

a) como /entre / mais do que o / à / aos / e

b) sejam / sejam / maior que / contra a / com os / porém

c) tais como / as / do / da / pelos / entretanto

d) seja / ou / mais que o / a / para com / mas

e) por exemplo / de / pelo / pela / nos / porque


O gabarito foi letra A.

Alguém saberia dizer se poderiamos usar "com os" no item 5? Ou o verbo só pede preposição "a"?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdosconcursos.hpg.ig.com.br
oculto
classe C
classe C


Número de Mensagens : 369
Data de inscrição : 05/01/2008

MensagemAssunto: Re: ANALISTA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - APO - 2008   Dom 06 Jul 2008, 12:58

oculto escreveu:


8 - Assinale a opção em que o trecho do texto de O
Globo, 31/01/2008, foi transcrito com erro gramatical.

a) A acumulação de superávits primários nas contas
públicas, uma política que teve início no último
trimestre de 1998, depois do abalo causado na
economia brasileira por uma crise fi nanceira que
teve seu estopim na Rússia, vem dando frutos nos
últimos anos, com redução do défi cit e da dívida
da União, estados, municípios e companhias
estatais em relação ao PIB.

b) Em 2008, segundo dados do Banco Central,
a dívida líquida do setor público recuou para o
equivalente a 42,8% do Produto Interno Bruto,
o mais baixo percentual apurado desde 1999. E
o défi cit total do setor público, no valor total de
R$ 58 bilhões, caiu para 2,27% do PIB.

c) Com a redução de suas necessidades de fi nanciamento,
o setor público pode renovar mais
facilmente seu endividamento, e, nesse caso, o
mercado tende a aceitar o pagamento de taxas
de rentabilidade mais baixas para os títulos do
Tesouro.

d) Para 2008, o Banco Central projeta nova queda
na dívida líquida, e queda também do défi cit, que
encolheria para 1,2% do PIB. Mantendo essa
tendência, ao fi m de 2009 ou no decorrer de
2010, o défi cit desapareceria, equilibrando-se as
contas públicas e estancando-se completamente
o crescimento da dívida.

e) A diminuição da dívida como proporção do PIB,
assim como do défi cit público total, signifi ca que
o Estado passou a avançar menos sobre os
recursos disponíveis para fi nanciar o setor privado.
Isso viabiliza a ampliação dos investimentos, que
pode ser fi nanciado pelo aumento da poupança
interna.



Gabarito letra E.

Qual é o erro?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://forumdosconcursos.hpg.ig.com.br
gbc
novato


Número de Mensagens : 16
Data de inscrição : 27/04/2008

MensagemAssunto: Questão 8   Dom 06 Jul 2008, 20:33

Questão 8

Letra E

Alexandre, acho que a frase fica melhor assim:

E) ....... isso viabiliza a ampliação dos investimentos, que podem ser financiados pelo aumento da poupança interna.

Um abraço
gbc
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: ANALISTA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - APO - 2008   Hoje à(s) 04:52

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
ANALISTA DE PLANEJAMENTO E ORÇAMENTO - APO - 2008
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» (ACAFE-2008) - jogos pan-americanos
» Questão do CFSd 2008
» lançamento oblíquo
» Lançamento de prójétil - Halliday v.1 ex.4.51
» (Unesp-2008) - altura do edifício

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
FÓRUM DOS CONCURSOS ::  ÁREA FISCAL :: só português-
Ir para: